Nova tabela dos Correios

 

Novamente e-commerces de todo o Brasil são impactados por uma mudança em relação ao envio de encomendas. Desde a semana passada, diversos empreendedores estão recebendo uma nova tabela dos Correios que tem gerado muitas discussões e dúvidas.

Entenda a lógica por trás da nova tabela dos Correios

A definição da nova tabela dos Correios está diretamente relacionada a uma readequação de valores para as regiões de destino das encomendas. A principal mudança está na ampliação da área denominada pela estatal como “Local”, especificamente para o serviço de Sedex, extinta para envios na modalidade PAC.

As tabelas continuam tendo a classificação de Local, Estadual e Interestadual, mas agora acrescentam o fator “Divisa” (cidades específicas em outros Estados com precificação Estadual).

À primeira vista, é evidente que os envios dentro dessas regiões classificadas como “Local” ficaram mais atraentes, tanto em relação aos preços mais baixos quanto pela expansão de área propriamente dita.

Por exemplo, encomendas originadas no Rio de Janeiro e destinadas a Petrópolis, no interior carioca, passam a ter a mesma precificação, o que torna os envios dos e-commerces na capital ainda mais competitivos dentro da área Local Expandida (verifique na nova tabela dos Correios em qual área sua loja está classificada).

Por outro lado, a notícia não foi muito bem recebida pelos lojistas localizados fora das áreas de maior concentração de consumo, uma vez que enviar encomendas do interior para capitais em outra região Local (Estadual ou Interestadual, por exemplo) tende a afetar a competitividade do e-commerce nesse cenário.

Exemplo prático:

Uma remessa na modalidade Sedex com origem Rio de Janeiro e destino Petrópolis, que antes era classificada como interior, agora é denominada “Local” e, portanto, custará o mesmo valor dos envios realizados dentro da capital carioca a R$ 8,97. Já um envio Sedex do interior do Rio Grande do Sul para o Rio de Janeiro custará R$ 44,69*. É uma diferença considerável.

*Valores reais referentes a encomendas nas dimensões de 1kg e 20x20x20cm, considerando a tabela E-Commerce 1.

 

Detalhando a Política Comercial dos Correios

Além da nova tabela dos Correios, foi aprovada pelo Conselho de Administração uma Política Comercial com a proposta de criar flexibilidade no relacionamento com os clientes através de Pacotes de Serviços de Encomendas.

Segundo os Correios, para poder ajustar o serviço às características de cada cliente foram criados três grupos distintos: Convencional, Lojas Virtuais e Intermediação de Comércio Eletrônico (marketplaces). Confira essa segmentação na tabela abaixo:

Nova tabela dos Correios: o que muda?

Tabela extraída do comunicado oficial enviado pelos Correios.

  • Lojas virtuais: clientes que comercializam produtos por meio de sites próprios e contratam diretamente os Correios para entrega da mercadoria vendida.
  • Intermediadores de comércio eletrônico: empresas que atuam como integradoras entre vendedores e compradores do comércio eletrônico. Pode ser um marketplace ou intermediador de pagamento.
  • Convencionais: demais clientes.

Através dessa política comercial, os clientes com contrato dos Correios terão acesso a benefícios diferentes de acordo com o seu faturamento mensal em envios com a estatal:

Clientes Lojas Virtuais

Nova Tabela dos Correios e Nova Política Comercial

Tabela extraída do comunicado oficial enviado pelos Correios.

Ou seja, a premissa dos Pacotes de Serviços de Encomendas é de que quanto maior o nível de negócios que você tiver com os Correios no segmento de encomendas, maior o conjunto de benefícios a ser ofertado.

Note na tabela acima que a evolução de um pacote para outro demanda um crescimento exponencial no volume de encomendas postadas e, consequentemente, no faturamento com a estatal.

Diante disso, foi comunicado que TODOS deverão migrar seus contratos até o dia 05/04/2017. Nesta data também serão extintas todas as tabelas atuais com os respectivos preços, passando a valer a partir do mês de maio (até o momento sem uma data definida), apenas os pacotes de serviços de encomendas.

Motivos da mudança

Desde 2016 temos notificado diversas mudanças dos Correios e novas medidas continuam sendo tomadas com o mesmo propósito: buscar equilíbrio na situação financeira e nos resultados da companhia.

Tudo começou em março de 2016, até então com medidas que não impactariam diretamente os e-commerces, como o fechamento de diversas agências dos Correios aos sábados e outras alterações que iam desde o corte de custos em questões de caráter administrativo até a entrada dos Correios no mercado de telefonia móvel.

Depois, a companhia recebeu autorização do Ministério do Planejamento para a abertura de um programa de demissões voluntárias (PDV), voltado para empregados com mais de 55 anos e tempo de serviço para solicitar aposentadoria.

Em agosto anunciaram que as entregas do PAC passariam a contar com prazo estimado e não seriam mais realizadas indenizações por atraso nessa modalidade. No entanto, após a repercussão negativa no mercado, os Correios voltaram atrás e retornam a regra de prazo estipulado, incluindo as garantias e definições de forma alinhada com os serviços de Sedex e e-Sedex.

No fim de novembro de 2016, os Correios informaram que iriam encerrar o serviço do e-Sedex a partir de 1º janeiro de 2017 e desde o anúncio novos contratos não estão sendo fechados. Por ser uma das principais modalidades de envio utilizadas por varejistas online, a notícia causou impacto no mercado. Mas, logo em seguida, surgiu uma liminar solicitada pela Associação Brasileira de Franquias Postais e concedida pelo Tribunal Regional Federal (TRF) para revogar essa decisão, o que manteve ativo apenas os contratos atuais.

Descomplique a logística da sua empresa

Entendendo que os empreendedores têm necessidades muito diferentes e que para servir melhor cada um é preciso existir um serviço mais flexível e eficiente, a Mandaê lançou o Freedom, uma solução que oferece os melhores preços e prazos, simplificando a logística do seu e-commerce.

Entre os seus principais benefícios estão:

  • Menor custo: tabelas de preço e prazo de frete otimizadas de acordo com as suas necessidades.
  • Acesso a transportadoras privadas: é o único serviço que permite o envio de produtos com uma rede de entregas altamente eficiente, antes disponível apenas para grandes varejistas online.
  • Atendimento dedicado: uma gerente de conta acompanha todos os envios da sua empresa para você não precisar se preocupar em falar diretamente com uma transportadora.
  • Rastreamento centralizado: centralizamos toda a informação de rastreamento das transportadoras em um único lugar com uma comunicação clara e de fácil compreensão.
  • Coleta sob medida: uma equipe altamente treinada faz a coleta dos produtos na sua empresa em dias e horários pré-programados.
  • Abrangência nacional: os seus produtos são entregues em qualquer lugar do Brasil.
-->
WhatsApp chat